15 de julho de 2017

Pavio curto (ep. II)

Em vez de raciocinarem, refletirem, ponderarem e se utilizarem das mais plenas capacidades daquele órgão magnífico chamado cérebro, as pessoas agem por emoção e impulso com coisas que nem averiguam direito. Vivemos na era das redes sociais, onde toda mesquinheza humana se exponencializa. Mas viver em sociedade é sinônimo de ter de deparar-se com tais situações o tempo todo, e ter de saber como lidar. Enfim...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...