30 de maio de 2011

Conta a lenda que dormia

 Um poema de Fernando Pessoa


Conta a Lenda que Dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem. 
A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera.
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado.
Ele dela é ignorado.
Ela para ele é ninguém.

 

Mas cada um cumpre o Destino —
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E, vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.
E, inda tonto do que houvera,
A cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

10 de maio de 2011

Extinção

Caramba. Tudo acaba. Mas como? Aos poucos vai se denegrindo ou tudo vai em um momento explodir? Falo do Universo. Está em constante expansão. O sol um dia vai acabar. Os nossos recursos naturais em um momento vão acabar. Existem estudos que indicam uma considerável possibilidade de nós, Terraquios, não sermos os únicos pensantes no Espaço, e o que não está claro é a dimensão entre nós e eles. Pode dizer o que quiser. Pode dizer que os humanos já tiveram contato com extra-terrestres; pode dizer que o homem nunca pisou na Lua; pode dizer what the hell you want. Mas eu prefiro seguir o que a Ciência divulga, ainda que eu conteste-a pela lógica. Já ouviu falar de Isaac Assimov? Eu li um livro dele quando tinha uns 15 anos, "Poeira de Estrelas", e meu pai na minha idade tinha uma coleção inteira de obras dele. Ele era um estudioso soviético que viveu no auge da Guerra Fria e da famosa corrida espacial e armamentícia, e nesse contexto ele foi o pai da literatura de ficção científica e futurista. Ele foi um incontestável e autêntico gênio uma vez que ele tinha uma noção, há mais de 50 anos, de como poderia estar a tecnologia, ciência e degradação da natureza hoje. Em "Poeira de Estrelas" ele contava sobre um rapaz que veio estudar na Terra, que era algo que ele descrevia mais ou menos como "uma planeta altamente radioativo e com os recursos naturais esgotados". Bem, creio que a esse ponto nós ainda não chegamos, mas falta muito? Para finalizar: Eu não costumo falar palavrões, mas, quando eu li o trecho abaixo, eu acabei engolindo alguns:

A maior bomba nuclear já testada, a Czar, da extinta União Soviética, se detonada em São Paulo, poderia contaminar praticamente a América do Sul inteira com radiação emitida de uma explosão equivalente a 50 milhões de toneladas de TNT. A reação térmica seria sentida na Angola, do outro lado do Atlântico.

9 de maio de 2011

Au revoir

Eu nunca fui fã de cordialidades, quanto pior com despedidas. As pessoas costumam sumir de repente, como que arrebatadas por um raio sem tempo para dizer adeus, e muitas reaparecem tempos depois feito assombrações eletrizadas. Eu não costumo me despedir. Eu costumo é estar subitamente só, com as luzes fracas e artificiais me condenando à solidão. Você teve que desaparecer. Já não é a primeira vez. Não é a primeira vez que alguém some e eu fico a ver navios, a ver aviões, a ver trens e toda sorte de meios de distanciamento. No fundo, bem lá no fundo, eu senti falta das suas ideias ingênuas e radicais e, no começo, eu trocaria qualquer coisa por um dos seus raros momentos de mau humor. Mas tudo bem. Irremediavelmente, eu não devo ser mais parte da sua vida, e nem você da minha. Então, adeus. Amanhã eu também vou ir-me. Vou me mudar para um bairro nobre no inferno, bem longe da Fronteira com o limite humano. Goodbye. Mal posso esperar. Se você voltar, esteja sorrindo, lembre-se de mim e, por favor, não esteja alcoolizado. Perdoa essa minha despedida estranha, mas eu já disse que eu não sou boa nisso. E você vai se confundir, mas saberá que esse texto é para você - ou talvez morra sem perceber. Agora, Deus me perdoe, e você me dê licença, mas eu tenho que ir.

8 de maio de 2011

Aplausos

Esses dias, creio que ainda na última semana, me mandaram um vídeo de uma versão portuguesa daqueles programas de caça talentos, como aquele do famoso "Paul Potts". Mas no vídeo ninguém cantava, o candidato que se apresentou declamou um poema de Alvaro de Campos - e deu um verdadeiro espetáculo. Poesia é um assunto delicado. A maioria das pessoas se entedia ao ler um texto subjetivo escrito em forma de coluna que não adiciona nada imediatamente prático na vida. Bem, gosto é gosto, mas, assim como a pessoa que me mandou, você pode acabar apreciando se ver a poesia contextualizada com o que você está acostumado, seja numa música de Caetano Veloso, ou num livro de Stephan King, que eu penso que muitas vezes moderniza o legado de Edgar Allan Poe, ou em um filme que se inspira em alguma obra de Shakespeare... Enfim, poesia é cultura.

4 de maio de 2011

O suicidio do Lula Molusco

Esses dias eu estava a pesquisar tranquilamente sobre Durkheim e me apareceu um resultado meio bizarro, intitulado "O suicídio do Lula Molusco". Cliquei. Era só um boato, típico de Internet, sobre um "episódio perdido" do desenho do Bob Esponja, em que, supostamente, o personagem Lula Molusco teria cometido suicídio depois de um concerto de (alguma coisa) onde fora humilhado pelo Bob Esponja - a narrativa é cheia de detalhes macabros. E ainda houve quem jurasse que essa história mal contada era real. Os vídeos do episódio eram todos falsos e eu não achei nenhum que era fiel á descrição. Então... fail. Mito. História para boi dormir. É a moda de piorar as coisas de modo precário. Você acha mesmo que os criadores de um desenho infantil fariam um episódio que viola as regras para a "classificação livre", ainda que um rascunho? Os pais e pessoas altamente religiosas vivem querendo livrar as crianças das famosas mensagens subliminares, mas não poupam elas do que é explicito, como a novela cheia de putarias e o BBB e sei lá o que mais. As pessoas - principalmente as mais velhas, com todo o respeito - deveriam ter a mente mais aberta e analítica; se você não sabe se essa de mensagem subliminar é verdade ou não, simples: dê um filme infantil que você julgue educativo ou um livro ou um brinquedo - não se renda ao sensacionalismo. Claro que também existem desenhos com mensagens explícitas e negativas - como um certo episódio de "Os Simpsons", em que os personagens viajam ao Brasil e encontram uma situação extremamente ridícula e precária no Rio de Janeiro. Para nós isso é um absurdo, mas então imagina quantas crianças estrangeiras que assistiram o episódio e que acabaram mentalizando uma imagem ruim do Brasil... O governo do Rio de Janeiro processou a FOX e o episódio foi proibido em todo o território nacional. O alívio nessa história toda é que, como eu já disse em outro post, a influência da televisão está aos poucos saindo de cena.

2 de maio de 2011

Selos!

É estranho para os micro e pequenos blogueiros não receberem indicações por selos depois de um tempo de atividade. Pois bem, esse não é meu caso; eu não só já recebi como nunca repassei e, ingrata, algumas vezes nem sequer agradeci as indicações. Como o primeiro selo que eu ganhei veio de um blog que não existe mais, e como eu deixei acumular, farei indicações generalizadas a alguns dos melhores blogs que eu acompanho.

Selo recebido de Alexandre Terra:

E a indicação vai para:

Até faz sentido - Nós fizemos uma parceria recentemente, ficou muito da hora. Blog pessoal e criativo. Confira:

Ausência ou falta de sentimentos - Blog de contos, as vezes sai uns em série, as vezes uns incríveis. Aqui vai:

Eduardo Franciscolwisk - A primeira vez que eu li eu achei que se tratava de um blog de bebidas "Skol/ Wisk" (#idiota). Blog bastante opinativo e pessoal:

Ogroland - Criativo, engraçado e sério, ganha também o selo de Top Comentarista:
http://ogroland.blogspot.com/

Que letra é? - Quase me esqueço dessa indicação. Parabéns, acabou de receber um selo e já ganha outro! Blog de poesia:
http://queletra.blogspot.com/


Outras que também me indicaram selos:

Julie Way
http://julieanotherway.blogspot.com/

Indira Lima
http://incubadorablog.blogspot.com/
¡Adiós!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...