4 de setembro de 2010

Mais um ano no ar!

Ladies and gentlemen, hoje, não oficialmente, esse blog completa dois anos. De todos os blogs que eu tive, esse foi o que mais deu certo - já tive outros, uns 5 desde 2007. Eu me pergunto o que leva alguém a ler as abobrinhas que eu publico, e ainda avaliar as postagens, e ainda voltar e pior ainda seguir o site (e raramente comentar, tsc tsc tsc). Não sei o que os leva a fazer isso, mas isso é o que me leva a continuar postando (se bem que as vezes eu penso seriamente em suicídio virtual). Não sei qual foi o máximo de tempo que um blog perdurou, não sei quem foi o autor anónimo que mais teve sucesso no blogger; o que eu sei é que eu pretendo ficar por mais tempo, enquanto existir blog e enquanto eu estiver viva no mundo real e quem sabe um dia assim como a minha avó me conta um monte de coisas que eu não faço a menor ideia de o que se tratam, quem sabe do mesmo jeito eu conte para os meus netos (se eu chegar a ter) que eu tive um blog e que através dele eu me expus parcialmente ao mundo e conheci gente sem precisar encará-las e que foi legal enquanto durou... Nunca me perguntaram, mas eu vou contar: O nome do blog eu tirei de um livro. É; lá em 2008 eu tinha de fazer um blog por causa de um trabalho escolar e como eu pretendia permanecer eu queria um nome, digamos... Tosco, comunsinho mas pelo menos criativo. Então eu abri qualquer página do primeiro livro que eu tinha pela frente e daí surgiu essa frase que de fato você encontra em qualquer livro e qualquer texto e que a princípio daria ao site uma ideia de lugar-comum, mas que no entanto o conteúdo que eu tinha em mente seria uma contradição com o título; comum contra o senso-comum. Pois bem, todo bom político tem o seu discurso. Thank you, everybody.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...