15 de fevereiro de 2010

Cansei de ser emo

Cara, quanto mais eu olho pros meus "miguxos" mais eu repudio esse negocio. Eles se dizem sentimentais, "emotivos", mas são o caralho! Talvez sejam emos de verdade integrantes de bandas do gênero - que aliás, eu não aguento mais! Pegando como exemplo o Nx Zero: o vocalista é péssimo, o baterista somente "toca" a cada 10 segundos, o guitarrista só usa duas cordas e eu acho que não tem mais membros, e se tiver, eles não fazem porra nenhuma. Não to querendo dizer que toda bandinha emo seja uma merda, não; algumas (raras) tem integrantes com talento, porém a maioria acha que talento é o dinheiro do papai. E sem contar que uma boa banda tem que ter boa composição musical no sentido poético, sabe, essa coisa toda de rima e etc. Falar sobre as lágrimas que vieram por causa do rímel que acabou antes da festa não garante qualidade. Mas que se dane. Eles cultuam a aparência, são extremamente consumistas, vítimas de uma moda pseudo-rock. O perfil de um emo: cabelo impecavelmente liso, preto ou colorido, com uma fiel franja, maquiagem unissexo e roupas justas com um apelo infantil. E se não for assim, não é emo. Me diga, pra que isso? Pra que eu iria estragar meu cabelo loiro dessa forma, pra que eu iria me entupir de maquiagem pra ir pra escola, pra que eu iria usar acessórios, não por gostar, mas sim por moda? Ridículo. O pior é que eu já vi negros em pleno "orgulho racial" alisando o cabelo, clareando a pele, usando lentes de contato e etc (chega a ser irônico). E ainda tem esses que, para parecerem mais "fodas" detonam a saúde fumando, bebendo, ouvindo música no máximo volume, se dopando ou tomando remédio pra emagrecer, ou se drogando mesmo. Tenso. Foda é que essa cultura teen-sem-futuro não é exclusiva do emocore. Viva nós, os CDFs, os excêntricos, os religiosos, os individualistas. Um brinde. A gente pode não viver na maior diversão, mas pelo menos a gente tem futuro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...